remada curvada

A Remada Curvada muitas vezes é deixada de lado por atletas que desejam alcançar a hipertrofia. Mas, entre os profissionais de alto rendimento, esse movimento é considerado um dos mais produtivos e não é por acaso.

Isso porque ele se trata de um movimento composto. Ou seja, trabalha com vários grupos musculares ao mesmo tempo, o que exige uma demanda maior do corpo.

Continue lendo esse post até o final e descubra por que e como inserir a Remada Curvada no seu ciclo de treinos para ganho de massa muscular.

Por Que Incluir A Remada Curvada Nos Seus Treinos

remada-curvada

A Remada Curvada é sem sombra de dúvidas um movimento que deveria estar mais presente dentro dos treinos. Isso porque, ela oferece uma série de vantagens, tais como:

Fortalece músculos chave para a realização de outros exercícios

Um erro comum de muitos atletas em busca da hipertrofia é focar apenas nos exercícios que fazem o peitoral e os braços crescerem. Contudo, é preciso lembrar que o ganho de massa muscular exige que você tenha harmonia de todos os grupos musculares.

E um dos benefícios deste exercício é justamente que ela trabalha músculos chave, que ajudam a evitar lesões.

Melhore o trabalho da lombar

Quantas vezes você já não sentiu que a lombar depois de exercícios superiores, como o levantamento de terra? Esse tipo de problema ocorre justamente porque a região não está sendo fortalecida o suficiente para garantir uma sustentação mais neutra.

Com a Remada Curvada, você consegue trabalhar diretamente a lombar, garantindo assim um desempenho melhor em outros exercícios.

Você pode otimizar esse exercício conforme seu nível vai evoluindo

Esse é um tipo de movimento que acompanha a sua evolução. Isso porque, com o aumento do peso você consegue aumentar a exigência do seu corpo em vários sentidos. Além disso, até mesmo mínimas mudanças na posição durante o exercício podem mudar o quanto ele exige do seu corpo.

Passo A Passo Para Executar A Remada Curvada

Para gerar resultados positivos no seu treino, ela precisa ser executada de forma correta. Assim, você evita estimular os músculos de maneira erada, ou até mesmo ter lesões.

Veja abaixo o passo a passo
  1. Você deve começar o exercício sempre do chão e finalizá-lo no chão também. Isso irá ajudar a evitar acidentes ao tentar colocar a barra ou haltere diretamente no suporte;
  2. Em seguida, se posicione de frente a barra, deixando os pés afastados em uma largura um pouco menor que a dos ombros;
  3. Agora, pegue a barra a sua frente usando a pegada pronada ou supinada, conforme sua preferência;
  4. Depois, levante a barra como se fosse fazer uma repetição de levantamento terra;
  5. Quando a barra estiver na altura da cintura você deve dobrar o quadril, fazendo assim que o tronco fique quase em um ângulo de 90 graus;
  6. Atenção, sua coluna deve ficar sempre na posição neutra. Ou seja, ela não pode ficar arqueada, mas também nada de hiperestender;
  7. Em seguida, dobre levemente seus joelhos;
  8. Agora, mantendo os cotovelos perto do corpo, puxe a barra com a carga em direção ao seu umbigo, se atentando para manter a postura da coluna;
  9. Assim que a barra encostar no abdômen, você deve estender os braços novamente, descendo a barra com a carga até que ela quase encoste no chão.
  10. Depois é só repetir o movimento pela quantidade de vezes na sua série.

Como Potencializar Os Resultados Desse Movimento?

remada-curvada

Na hora de executar esse exercício, é preciso se atentar a alguns detalhes e colocar algumas dicas em prática. Elas irão garantir que o movimento estimule corretamente os músculos, gerando um alto ganho muscular e evitando possíveis lesões. Confira!

Distância Da Barra Do Umbigo

Ao fazer o movimento de levantar a barra até o umbigo, verifique se ela encosta. Se você não conseguir fazer isso é porque provavelmente está com uma carga maior do que o indicado para o seu nível de treinamento.

Logo, reduza um pouco do peso para garantir mais segurança.

Não Deixe A Barra “cair” Na Descida

Deixar a barra “cair” na descida, ou seja, simplesmente permitir que ela desça com a força do peso é um erro. Isso porque além de aumentar as chances de lesão por conta do impacto final, você perde todo uma das maiores partes de estímulo das costas.

O ideal é que você desça sempre mantendo os músculos tencionados.

O Foco Não É O Antebraço

Uma coisa que todo atleta precisa ter em mente ao fazer a Remada Curvada é que ela tem como foco as costas e não o antebraço. Por isso, não há problema algum em suar straps para não forçar os braços demais.

Se você sobrecarrega o antebraço, acaba limitando o resto do movimento.

Coloque A Remada Curvada Entre Os Primeiros Exercícios Do Treino

O ideal é que este exercício sempre esteja no primeiro ou segundo lugar da sua lista do treino. Se você deixar ela pra o final, os músculos estarão fatigados demais e você não poderá fazer o estímulo desejado.

O melhor é que ela sempre fique no começo.

Não Estenda Totalmente Os Cotovelos

Mais um dos cuidados na hora de executar esse exercício é não estender totalmente os cotovelos. Isso porque, quando você estende eles completamente acaba chegando em um ponto de descanso e com isso perde muito da efetividade do movimento.

Participação Ativa Das Escápulas

Esse é um exercício que exige a participação ativa das escápulas. Não apenas para garantir um trabalho completo dos músculos do trapézio, mas, também, para evitar lesões.

É importante que, na fase excêntrica, ou seja, quando a barra estiver descendo, as suas escápulas sejam abduzidas juntamente com o movimento de ombros. Isso garantir uma performance mais eficiente durante a execução do exercício, além de evitar que os seus ombros e a sua lombar sejam sobrecarregados por conta da falta de movimentação.

Além de trabalhar vários grupos musculares de forma simultânea, a Remada Curvada também é um movimento que gera outros benefícios para o seu corpo, como a aceleração da hipertrofia.

Então não deixe de incluí-la nos seus treinos e aproveite para conferir outros exercícios para complementar os seus treinos.

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha