remada unilateral

A Remada Unilateral é ideal para quem deseja fortalecer os músculos de cada lado do corpo de maneira individualizada. Esse cuidado é muito importante para igualar o desempenho físico e, por isso, deve ser levado em consideração.

Quando você foca em exercícios que trabalham os dois lados em conjunto, como a barra, o lado dominante compensa o mais fraco. E com o passar do tempo essa assimetria só aumenta.

Consequentemente, além de um crescimento desproporcional, você ainda pode aumentar as chances de lesão, uma vez que o lado fraco não será fortalecido. Por isso a Remada Unilateral tem papel fundamental no treino.

Benefícios de incluir a Remada Unilateral no seu treinamento?

remada-unilateral

Por se tratar de um exercício focado, a Remada Unilateral oferece uma série de benefícios, tais como:

Trabalha os músculos em posição de alongamento

Um dos grandes diferenciais desse exercício é que ele é realizado em posição de alongamento.

Dessa forma há mais carga sobre a musculatura, aumentando a amplitude do movimento e também melhorando os resultados nos treinamentos. Além disso, alguns estudos mostram que executar exercícios nessa posição pode aumentar o espaço que o músculo tem para crescer.

Estabilidade

Por ser um exercício realizado em conjunto com o banco, você tem mais estabilidade na hora da execução. A mão apoiada juntamente com a perna encostada no móvel garante que você tenha mais controle sobre a movimentação, evitando possíveis lesões.

Consiga trabalhar cada lado de maneira igual

Um dos principais benefícios da Remada Unilateral é que ela permite que você trabalhe os dois lados igualmente, o que exercícios como a barra não conseguem.

Como você foca em um único lado, consegue também dar mais ênfase nos músculos fracos que precisam de fortalecimento. Com isso você garante que o crescimento ocorra de forma mais simétrica, e evita lesões ocasionadas justamente porque um músculo foi mais trabalhado que o outro.

Variações

Outro grande diferencial da Remada Unilateral é que ela possui uma grande escala de variações. Dessa forma, você pode trabalhar os seus músculos das mais diversas maneiras. Desde mudando a carga, até a quantidade de séries e amplitude.

Por isso esse é o tipo de exercício que consegue te acompanhar ao longo da trajetória da hipertrofia. Desde a fase de iniciante até você alcançar um nível mais elevado com treinos mais potentes.

Esses são apenas alguns dos benefícios da Remada Unilateral. Ela é ideal para quem deseja dar um foco maior em músculos específicos, mas, também, aumentar o nível de complexidade na hora de trabalhar o controle muscular.

Esse é o tipo de movimento que você pode incluir nos mais variados treinos.

Passo a passo para realizar a Remada Unilateral

Assim como outros exercícios, a Remada Unilateral exige uma série de passos específicos. É por meio deles que você poderá executar o movimento corretamente. Veja abaixo:

  1. Se posicione sobre um banco, apoiando um joelho sobre ele dobrado e mantendo a outa perna estendida;
  2. Do lado da perna estendida, você deve segurar o halter;
  3. Com a mão livre se apoio no banco mantendo o tronco na horizontal;
  4. Importante, a perna que está livre fique fica ao lado do banco, se apoiando nele, garantindo assim mais estabilidade;
  5. Com a mão livre que está segurando o halter, você deve erguer a carga subindo em direção ao abdômen e até que encoste no corpo;
  6. Em seguida, pare momentaneamente;
  7. Depois, inicie a decida, mantendo sempre os braços estendidos;
  8. Repita o movimento pela quantidade indicada para a série.

Dicas para otimizar os resultados da remada unilateral

Além do passo a passo acima, para garantir os melhores resultados ao realizar a Remada Unilateral, você também precisa colocar algumas dicas em prática. Confira!

remada-unilateral

Não use o seu tronco para dar impulso no movimento

Esse é um erro comum que prejudica diretamente todo o desempenho do movimento. Ele ocorre quando você dá impulso para subir a carga e com isso rotaciona o tronco.

Essa movimentação acaba reduzindo o potencial e também aumentando as chances de alguma lesão nas costas. Por isso, é importante manter o tronco na posição correta, e subir/descer a carga até o limite que o seu corpo permite.

Importante, se você continuar a rotacionar o tronco, o ideal é reduzir a carga para conseguir ter mais controle e apenas depois, quando seus músculos forem se fortalecendo, aumentar o peso.

Use a musculatura das costas para subir o peso e não do braço

Mais uma das dicas para quem deseja incluir esse movimento no treino é usar a musculatura das costas e não dos braços.

Isso exige que você tenha um pouco mais de atenção, principalmente se você acelerar as repetições. Uma das formas de evitar que a carga acabe caindo sobre os músculos do braço, o ideal é focar em fazer as costas trazerem a carga.

Para isso, flexione os músculos da região com mais força. Além disso, é importante sempre manter os cotovelos ao lado do corpo em toda a execução.

Foque justamente em levá-los o máximo que puder para o teto.

É importante ressaltar que você não pode ter receio de reduzir as cargas se não conseguir atingir o limite desejado. Na verdade, esse tipo de atitude é importante para que você evite sobrecarregar os músculos e assim acabar se lesionando.

Mantenha a Coluna reta

Mais um dos cuidados indispensáveis é em relação a posição da coluna, ela sempre deve se manter rena naturalmente. Se você ficar com ela arqueada, está executando o movimento incorretamente, e ainda pode lesionar o local.

Para evitar esse tipo de erro, o ideal é se posicionar de forma adequada sobre o banco, mantendo o joelho apoiado longe da mão fixa no objeto. Quando você mantêm eles muito próximos acaba aumentando as chances de deixar a coluna arqueada.

A Remada Unilateral é uma excelente alternativa para você garantir um desenvolvimento mais simétrico dos músculos. Por isso, não deixe de incluir esse momento no seu treinamento. Aproveite e confira outros posts para saber mais sobre como otimizar o seu treinamento.

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha