O Abdominal Oblíquo é uma variação das tradicionais abdominais indicado para quem deseja acelerar a queima de gordura. Além disso, esse exercício também é excelente para trabalhar os músculos da região do abdômen.

Não é à toa que esse movimento é considerado um dos coringas dos treinamentos. Com ele, é possível chegar a famosa barriga tanquinho com mais rapidez.

E nesse post, vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre o exercício. Confira!

Benefícios do Abdominal Oblíquo

O Abdominal Oblíquo traz uma série de benefícios para o atleta. Para começar, ele consegue trabalhar diretamente os músculos da barriga e do peitoral, ajudando diretamente a conseguir o famoso físico tanquinho.

Abdominal-Oblíquo

Além disso, é um excelente exercício para queimar a gordura localizada da barriga, que é a mais difícil de ser eliminada. Isso porque, além de facilitar a quebra de gordura, esse exercício também consegue reduzir a quantidade de índice glicêmico no corpo. Ou seja, menos açúcar é convertido em gordura.

Mais um dos diferenciais do Abdominal Oblíquo é que ele também é excelente para trabalhar o fortalecimento dos músculos do abdômen, ajudando diretamente em outros exercícios, principalmente os que trabalham com vários grupos musculares ao mesmo tempo.

Por ser um exercício que trabalha uma movimentação mais completa, ele também ajuda diretamente na coordenação motora, e também no equilíbrio corporal. Inclusive, esse movimento é constantemente indicado para otimizar outros exercícios.

É importante ressaltar que o Abdominal Oblíquo também tem papel fundamental na prevenção de lesões e fraturas. Isso porque, todo o conjunto abdominal de músculos possui um papel importante tanto no apoio das costas como da pélvis.

Ou seja, se você não fortalecer essa região, pode acabar colocando uma carga extra sobre esses locais, mas principalmente na coluna e na lombar. Por isso que tanto o Abdominal Oblíquo como outras variações das abdominais são tão utilizadas nos treinamentos.

Mais um dos diferenciais do Abdominal Oblíquo é que ele pode ser executado sem aparelhos. Ou seja, é uma excelente alternativa para quem deseja treinar em casa, ou até mesmo para aqueles momentos que você viaja e não tem uma academia para treinar.

Como fazer Abdominal Oblíquo Corretamente?

O Abdominal Oblíquo é um exercício que pode ser feito tanto na academia como nos treinos em casa. Basta você aprender o básico do passo a passo que poderá executar o movimento sem qualquer problema. Confira abaixo os passos para executá-lo:

  1. Primeiramente, deite-se em uma superfície lisa, de preferência em um colchonete ou tapete de yoga para não correr o risco de acabar machucando as costas;
  2. Em seguida, você deve flexionar uma das suas pernas por cima da outra de modo que a panturrilha de uma fique elevada sobre o joelho da outra. Atenção, o pé da perna que não será flexionada deve ficar bem fixo no chão;
  3. Agora, você deverá posicionar um dos braços atrás da sua nuca, enquanto o outro precisa ficar estendido na lateral do seu corpo;
  4. Importante, o braço que você irá posicionar deve ser o contrário a perna que foi flexionada;
  5. O próximo passo é começar os movimentos, basicamente, você dever erguer o tronco como se quisesse encostar o cotovelo do braço dobrado na perna que está elevada;
  6. Você não precisa necessariamente encostar os dois, o objetivo aqui é flexionar o abdômen de maneira a trabalhar tanto a parte central como as laterais. Não vá além do seu limite.
  7. Depois é só retornar a posição normal deitado no chão e repita o movimento.

A quantidade de repetições e séries vai depender diretamente do seu tipo de treinamento. Além disso, você pode optar por fazer todas as repetições em um lado e depois trocar, ou, se preferir, alternar.

Quantos Quilos É Possível Eliminar Com Esse Exercício?

Abdominal-Oblíquo

Uma das dúvidas mais recorrentes entre os atletas que desejam incluir o Abdominal Oblíquo é a quantidade de quilos que é possível perder através desse exercício.

Levando em conta que esse movimento trabalha diretamente a região da barriga, eliminando a gordura localizada, ele pode eliminar até 8 quilos com um mês de treino.

Contudo, é importante ressaltar aqui que ele precisa ser associado a outros exercícios e também a uma alimentação balanceada.

Erros comuns que devem ser evitados para conseguir uma barriga definida

Se você está em busca de uma barriga definida, além de incluir o Abdominal Oblíquo nos seus treinos, é importante que você também evite alguns erros básicos. São detalhes que fazem toda a diferença:

Frequência

Um dos maiores cuidados é em relação a frequência de realização. O ideal é que esse tipo de exercício esteja em todos os treinamentos de musculação, mas principalmente naqueles em que o foco são os membros superiores.

Quantidade de repetições

Mais um dos erros que você deve evitar é fazer uma quantidade baixa de repetições. Lembre-se que para estimular o crescimento você deve sempre levar o músculo ao limite.

Em média, 30 repetições são indicadas para os atletas. Mas, esse número pode variar conforme o nível de desempenho de cada atleta.

Tentar encostar o cotovelo na perna logo nas primeiras tentativas

Esse é um erro comum principalmente entre os atletas que estão começando. Tentar encostar o cotovelo na perna irá forçar a região da lombar e também a coluna.

Consequente isso pode gerar lesões graves. Saiba respeitar os seus limites.

Não respeitar o tempo de recuperação

Muitos atletas, na ânsia de conseguir uma barriga tanquinho em pouco tempo, acaba, deixando de lado o tempo de recuperação. Acontece que é justamente nesse período que os músculos da região se recuperam.

Logo, se você não dá esse tempo de descanso, corre o risco de acabar lesionando seus músculos.

Evitando esses erros e contando com o acompanhamento de um profissional, você verá como o Abdominal Oblíquo irá trazer excelentes resultados

Conclusão

O Abdominal Oblíquo é uma excelente alternativa para quem deseja potencializar os resultados dos treinos. Por possuir diversas variações, ele pode ser implementado em diferentes tipos de treinamento. Então, não deixe de falar com o seu personal e veja como incluir esse exercício na sua rotina de hipertrofia.

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha