Com toda essa pandemia acontecendo no mundo, é impossível que se frequente academias de musculação certo? Com isso, nós precisamos encontrar métodos para manter a forma e a saúde em dia. A dica de hoje são 5 exercícios de peito para fazer em casa.

Confira também: 4 Exercícios para Hipertrofiar em casa sem Aparelho

Por esse motivo, hoje estamos trazendo algumas dicas para que você consiga garantir a preservação, pelo menos, de parte do seu corpo. Detalhe: os exercícios de peito aqui citados serão todos possíveis de serem feitos em casa.

Nesse momento, é importante crer que por mais que os exercícios não sejam realizados em equipamentos ou aparelhos de academia, terão sim os efeitos e resultados esperados. Não é hora de desculpas! 

Utilize a sua casa como um ambiente favorável para a prática de exercícios físicos, pois qualquer lugar é um bom lugar para se exercitar. Além da motivação, você precisa de foco.

Na academia os instrutores exercem esse papel de estimular os alunos para continuar os exercícios até o final, mas em casa é um pouco diferente, pois não temos esse incentivo e ele tem que partir de nós. 

A nenhum momento estamos dizendo que esses exercícios são os mais adequados para o seu tipo corporal e suas necessidades, contudo aproveite o tempo que você tem agora e procure se aprofundar no tema, seja assistindo algum vídeo ou procurando alguma figura famosa no mundo fitness que seja confiável. 

Não importa o método, o que vale é procurar cada vez mais fontes seguras para montar o seu treino em casa.

Se você tiver condições e oportunidades, contrate e converse com um personal trainer (mesmo que de forma virtual), pois só dessa forma, você irá conseguir um treino feito por um profissional e que será personalizado para o seu biotipo. 

Se você escolher montar o seu treino de forma autônoma, pesquise bastante antes de fazer.

Dito isso, vamos às dicas? Hoje o foco é no peitoral! 

exercicios_de_peito

Alongamento antes de tudo para começar os exercícios de peito

Isso mesmo que você leu, o alongamento não é um exercício em si, e sim o aquecimento necessário para que você realize qualquer série de exercício, em um alto desempenho, evitando lesão.

Como possivelmente, o seu corpo estava parado, você precisa se preparar para realizar essas atividades físicas

1) Flexão ou apoio de braço

Para começar, podemos citar um dos exercícios de peito mais conhecidos entre as pessoas do meio fitness: a flexão de braço. Esse exercício consegue atingir diversas áreas do corpo, contudo o ponto principal a ser trabalhado é o peitoral, que é o que mais faz esforço para realizar a atividade.

Se você não tem o costume de fazer a flexão ou apoio de braço, é bom que você inicie com seus joelhos apoiados no colchonete ou no chão. Com o tempo você vai adquirir uma certa resistência física e conseguir se apoiar com os seus pés. 

Outra forma de realizar essa flexão de braço é quando você está em pé, e o seu corpo se inclina um pouco para a frente. Neste caso, você pode usar uma mesa na parede como apoio e auxílio para que o exercício seja realizado como se fosse feito no chão.

A flexão de braço pode ser dividida nas modalidades: reto (em que o foco é na parte medial do peitoral), inclinado (o foco está na parte inferior do peitoral) e declinado em que a parte superior do peitoral é o ponto a ser trabalhado.

2) Peitoral invertido

Esse exercício é feito na academia no aparelho “voador”. Já em casa, você deve se certificar que os seus pés estão posicionados em um nível maior do que o seu corpo inteiro. Para realizar este exercício, você pode usar um banco ou alguma cadeira como apoio que fique localizada que fique atrás de você. 

Assim que você conseguir ficar na posição certa, realize flexões (inclusive, as que foram citadas anteriormente). Os seus braços devem estar alinhados com os seus ombros, pois isso demonstra a estabilidade do seu corpo do seu corpo em relação ao exercício, mesmo que o seu corpo esteja em uma posição invertida.

3) Supino reto

O supino talvez seja um dos exercícios de peito mais cotados para exercitar os músculos do peitoral, do nosso corpo. É importante que você entenda como esse exercício pode ser variado e quais os resultados podem ser alcançados com essa prática.

A modalidade mais comum, com certeza é o supino reto, sendo mais apropriado para quem deseja a tão sonhada hipertrofia (o ganho de massa muscular). 

Considerando que esse exercício é muito prático e fácil de ser executado, qualquer pessoa consegue fazer dependendo do peso. 

Obviamente, outros fatores, como o equilíbrio e a concentração, são necessários para exercer essa atividade.

Você precisa se deitar em um banco reto de forma horizontal em que você consiga pegar uma barra com peso nas extremidades (que pode ser improvisada com coisas que tem em sua casa, como o cabo da vassoura com sacolas pesadas nas pontas). 

Essa barra deve descer e subir de forma controlada até encostar no seu peito, e lembre-se que os seus braços devem estar alinhados com o seu tronco em um ângulo de 80°.

4) Supino inclinado

O supino inclinado é uma das variações que o exercício “supino” apresenta. Neste caso, o supino inclinado consegue trabalhar a parte superior do peitoral de forma que deixa o corpo inclinado em uma média de ângulo de 45°. Ou seja, este exercício exige muito dos ombros, por esse motivo, ratificamos a importância do alongamento e uma postura correta.

5) Paralelas

Nesse exercício, você deve usar barras como apoio, de forma que o seu corpo fique entre essas barras e que você consiga utilizar a força para se levantar. A finalidade desse exercício é trabalhar a parte inferior dos músculos do peitoral. Inclusive você pode utilizar pesos nos pés para criar uma dificuldade maior

Esperamos ter ajudado e que tenha gostado.

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha