Uma ficha de treinos é muito importante para quem quer ficar em forma obtendo todos os benefícios de uma vida saudável.

Trabalhar com tais fichas de treinos no entanto nem sempre é tão fácil e geralmente demanda um tipo de cuidado com relação à prática em si, principalmente aos exercícios que são indicados e que vão ser feitos de uma forma geral.

Por isso vou trazer tudo o que você precisa saber sobre a ficha de treinos para que você possa sempre ter boas opções e consiga também avaliar formas mais seguras de cumprir com exigências e trabalhos de uma forma geral.

 

Como montar uma boa ficha de treinos

Para conseguir montar boas fichas de treinamentos, é preciso que você consiga pensar em estratégias a longo e médio prazo, e também tenha uma visão do que você quer e precisa, justamente para aproveitar o melhor disso.

Sem esse trabalho de avaliação você corre o risco de ter uma ficha aleatória, o que certamente não ajuda em nada e mais que isso pode também ter algo muito mais da ordem da sorte, e não trabalhar com tais finalidades.

A seguir vou trazer algumas dicas mais específicas de como você pode ter uma boa ficha de treinos para que você consiga obter o resultado que é necessário e que você também planejou de uma forma geral.

 

O que deve ser levado em consideração

Para uma ficha de treino atender a tudo o que é necessário, primeiramente é preciso que se leve em conta qual a finalidade do treino e também qual intensidade que deve ser pensado todo esse treino.

A separação de membros e grupos musculares é muito importante e pode também favorecer um tipo de resultado mais efetivo, direcionando depois dessa separação, as cargas e também avanços que são feitos no decorrer do processo.

Sem pensar nessa possibilidade é muito difícil ter um treino que de fato atenda ao que você precisa, e assim também é possível avaliar alternativas de como você pode aproveitar melhor todo esse tipo de ação.

 

Cuidados que devem ser observados

A separação dos grupos musculares é muito importante e eles são importantes principalmente para que você consiga pensar e trabalhar com possibilidades mais de acordo com que o corpo pode suportar.

Algumas pessoas não possuem esse cuidado, e por isso acabam tendo resultados mais a longo prazo do que esperavam, ou até mesmo podem gerar lesões a longo prazo, já que não trabalham com o rodízio e descanso mínimo que é indicado.

Sendo assim é fundamental pensar nessa alternativa até mesmo para que você consiga obter o tipo de retorno que é necessário e também consiga formas seguras de obter o seu resultado de uma forma mais segura.

 

Dicas para conseguir aproveitar melhor

Para que você consiga explorar o máximo de benefícios da sua ficha de treino, é preciso que antes de tudo você possa avaliar como você consegue pensar e planejar cada exercício, obtendo um retorno de fato esperado.

Intercalar os grupos musculares são sempre alternativas interessantes, já que os músculos precisam descansar. Outra dica importante é pensar em formas mais específicas e de estímulos diferentes ao mesmo grupo, mudando os exercícios.

 

Quais tipos de fichas não são indicados

As fichas mais famosas são A/B/C, e também A/B, porém a última quando se está iniciando o processo de atividade física, onde o corpo precisa ter mais firmeza e principalmente precisa de estímulos diferentes.

Porém, algumas pessoas continuam com o A/B nas fichas de treinos e isso faz com que o mesmo músculo seja treinado alternadamente, o que pode acarretar em lesões e trazer maiores prejuízos nesse sentido.

 

Recomendando revisões

Se você gosta de cuidar da sua ficha de treinos sozinho, não tem problema algum. O importante mesmo é você pensar em como ter um acompanhamento especializado e que pode de fato trazer os benefícios que você cuida de uma forma geral.

Pode ser alguém do mesmo espaço ou pode ser alguém da sua confiança e que possua a possibilidade de realizar tal trabalho e por isso você pode pensar em estratégias para conseguir de fato revisar e direcionar o seu treino da melhor maneira possível.

Ficha de treinos é algo muito importante e que certamente faz toda a diferença, e por isso é preciso que você tenha um certo cuidado, afinal, isso diz respeito ao aproveitamento que você possui do seu dia a dia de exercícios físicos que são feitos.

O importante é não deixar de se exercitar, para te convencer ainda mais sobre os treinos acompanhe abaixo os benefícios de ter uma vida saudável.

 

Se você seguir à risca a sua ficha de treino você poderá:

  1. Reduzir o risco de ataque cardíaco 
  2. Gerenciar melhor seu peso 
  3. Ter um nível mais baixo de colesterol no sangue 
  4. Diminuir o risco de diabetes tipo 2 e alguns tipos de câncer 
  5. Ter a pressão arterial mais baixa 
  6. Ter os ossos, músculos e articulações mais fortes e com menor risco de desenvolver osteoporose 
  7. Reduzirá o risco de quedas 
  8. Melhor recuperação de períodos de hospitalização ou repouso no leito 
  9. Se sentirá melhor com mais energia, um humor melhorado, irá se sentir mais relaxado e chegando a dormir. 
  10. Um estado de espírito mais saudável 

Vários estudos descobriram que o exercício ajuda a depressão. Há muitas opiniões sobre como o exercício ajuda as pessoas com depressão.

O exercício pode bloquear pensamentos negativos ou distraí-lo das preocupações diárias.  O exercício com outras pessoas oferece uma oportunidade para o aumento do contato social. 

O aumento da aptidão física pode melhorar seu humor e melhorar seus padrões de sono. 

O exercício também pode alterar os níveis de substâncias químicas no cérebro, como serotonina, endorfinas e hormônios do estresse.  

Com o cuidado necessário e indicado você pode ter o tipo de indicação que é de fato indicada, e isso também pode definir de que maneira você consegue trabalhar com o ganho de massa muscular, com todas as indicações através dos exercícios indicados.

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha