Calistenia – Veja Como Treinar E Aprenda 8 Exercícios Com O Peso Do Corpo

Você sabia que é possível fazer um treino com apenas o peso do seu corpo e atingir resultados incríveis? Se chama calistenia.

Se você deseja mudar um pouco e sair do treino tradicional da musculação, pode ser uma excelente opção para você.

É um treino que exige concentração, e trabalha músculos do seu corpo que você não trabalhava antes.

Por isso, muita gente está procurando saber. Afinal, é sempre bom sair um pouco do ambiente tradicional e mudar.

Então, continue lendo para saber o que é calistenia e quais são os seus melhores exercícios.

O Que É Calistenia?

calisteniaMuita gente já ouviu falar, mas não sabe o que é calistenia. Então, estamos aqui para esclarecer de uma vez por todas que tipo de treino é esse.

É um treino com exercício funcionais. Ou seja, ele utiliza o próprio peso do corpo para o ganho de massa muscular.

Os seus exercícios são movimentos de força e acrobáticos, que não utilizam cargas ou pesos.

Sendo assim, você tem que se concentrar para realizar os movimentos corretamente. Como consequência, você adquire uma maior consciência corporal. Desenvolvendo algumas habilidades, como:

  • Melhora a coordenação motora;
  • Aumenta a sua flexibilidade;
  • E melhora o seu equilíbrio.

Essas são as consequências dos exercícios, uma vez que você precisa utilizar força, concentração e equilíbrio na maioria deles.

Quando feitos de maneira correta, esses exercícios podem sim alcançar a hipertrofia muscular, ao contrário do que muitos pensam.

Com isso, ele tem como consequência um significativo ganho de massa muscular. Porém, o resultado é mais lento do com a musculação tradicional.

Mas, é um treino muito mais completo do que o tradicional, uma vez que em apenas um exercício, você trabalha a parte superior e inferior do seu corpo.

Portanto, você consegue não só ganhar massa muscular, mas também perder calorias e queimar gorduras.

Sendo o tipo de exercício ideal para quem deseja emagrecer e definir o corpo, associando o ganho de força com o corpo ideal.

Além disso, ao aprender a movimentar o seu corpo, e ver os resultados, traz uma sensação de leveza e de bem-estar.

Como praticar a calistenia?

Não existe exigência para você começar a praticar a calistenia. Qualquer um pode fazer, desde iniciante até atletas.

A diferença é que, quem é iniciante, irá começar com os exercícios mais simples e fáceis. Então, aos poucos irá progredindo.

Além disso, é muito importante ter o acompanhamento de profissionais durante esses exercícios.

Se você tem como objetivo ganhar massa muscular, a melhor dica que podemos lhe dar é fazer o exercício com calma.

Então, se você fizer o exercício lentamente, você acaba trabalhando melhor os seus músculos e gerando microlesões.

Assim, você consegue atingir a tão sonhada hipertrofia muscular com mais facilidade.

Os Melhores Exercícios Do Treino De Calistenia

calisteniaIremos então listar os melhores exercícios para você realizar o seu treino de calistenia corretamente.

Tenho certeza que você já viu na internet exercícios que parecem impossíveis, e são similares a movimentos que você encontra na ginástica olímpica.

Por isso, o ideal é começar com os exercícios mais básicos e comuns, e ir aumentando a dificuldade conforme você vai progredindo.

1. Flexão de braço:

Esse exercício todos conhecem, ele serve para trabalhar os seus braços, o peito e até mesmo o abdômen.

Apoie as mãos no chão, mantenha a coluna ereta, e eleve e desça o seu corpo, quantas vezes aguentar.

2. Prancha Isométrica:

Esse exercício é parecido com a flexão. Mas, nele você irá apoiar o cotovelo e antebraço no chão.

Deixando os ombros alinhados com o quadril. Então, fique na ponta do pé, e sustente o seu corpo por quantos segundos conseguir.

3. Agachamento:

O exercício mais simples e conhecido para exercitar os músculos da perna, os glúteos e o quadríceps.

Você deve fazer um movimento como se fosse sentar e levantar, mantendo as pernas afastadas e usando o peso do corpo para se equilibrar.

Flexione os joelhos e o quadril, mantendo sempre as costas bem eretas, contraindo o abdômen.

4. Barras paralelas:

Fique entre as duas barras paralelas, segurando cada uma com um braço, e suspenda o próprio corpo até estender os braços.

Então, eleve o quadril e seus pés. Com isso, comece o movimento, flexionando os braços para cima e para baixo. Faça quantas vezes conseguir.

5. Barra fixa:

Esse também é muito conhecido. Ele irá trabalhar as costas, o bíceps e o abdômen. Você precisa apenas se pendurar na barra com as mãos afastadas e palmas viradas para frente.

Então, flexione os braços e suba até o seu rosto passar da barra. Ao fazer isso, contraia o seu abdômen.

6. Prancha lateral:

Esse exercício trabalha principalmente o abdômen. Deitado de lado no chão, deixe um antebraço apoiado com o cotovelo na altura da linha do ombro.

Então, levante o seu corpo, o deixando apoiado apenas pelos pés e antebraço. Permaneça na posição, contraindo o abdômen, por pelo menos 30 segundos.

7. Abdominais:

Esse exercício também dispensa apresentações. Basta fazer abdominais, do jeito mais simples.

Apenas cuidado, ao levantar o tronco, você deve fazer força no abdômen, e não no pescoço e lombar.

8. Burpee:

Colocamos um exercício completo aqui, para pessoas mais avançadas, que você pode fazer depois de um tempo.

Afaste as pernas, na largura do quadril e deixe os braços estendidos ao lado do seu corpo.

Então, flexione o seu joelho e leve as mãos ao chão. Depois, jogue as pernas para trás e as estique.

Para então fazer uma flexão de braços. Volte a perna para a posição agachada, e dê um salto para cima, o mais alto possível. Quando voltar para o chão, comece tudo de novo.

Conclusão

calisteniaPortanto, são muitos os exercícios que você pode fazer utilizando a calistenia como treino.

Aos poucos você vai evoluindo e procurando exercícios com um nível de dificuldade maior.

Mas, lembre-se sempre que o ideal é ter o acompanhamento de um profissional, para evitar lesões e movimentos errados.

Então, se esse artigo foi útil para você, deixe aqui o seu comentário.

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha