A suplementação é um elemento indispensável na rotina de qualquer atleta. E dentre os suplementos mais utilizados esta a Creatinina. Contudo, a maioria dos atletas fica na dúvida sobre Como Tomar Creatina.

Essa substancia é ideal para quem deseja acelerar a hipertrofia e atingir as metas com mais rapidez. Isso porque, esse nutriente ajuda diretamente na produção de energia para as células musculares. Com isso, você consegue aumentar o rendimento nos treinos.

E hoje nós vamos te mostrar tudo sobre Como Tomar Creatina corretamente, para garantir assim os melhores resultados.

Como Tomar Creatina?

como-tomar-creatina

A quantidade de creatina que você deve ingerir vai depender diretamente do seu estilo de treino e dos objetivos almejados. De modo geral, a maioria dos atletas usa doses diárias de 5 a 20 gramas. Contudo, isso vai depender do seu cronograma.

Por exemplo, praticantes que estão em fase de saturação tendem a tomar doses de 10g a 30g por 5 a 7 dias. Posteriormente, a dose é reduzida para 3 a 5 gramas por cerca de 28 dias.

No caso de atletas que desejam obter efeitos maiores, mas, sem ter que passar pela fase de saturação, o recomendado é tomar diariamente doses de 3 a 5 gramas. Elas devem ser consumidas logo ao acordar, ou então depois do treino.

De modo geral, os profissionais de condicionamento físico recomendam sempre a ingestão depois dos exercícios físicos. Isso porque, é nesse momento que o seu corpo absorve mais nutrientes. Logo, você vai conseguir suprir essa necessidade.

Qual o melhor horário para tomar creatina?

Uma das dúvidas recorrentes em atletas que fazem suplementação é sobre o melhor horário para ingerir a creatina. O ideal, e a recomendação de boa parte dos profissionais, é que ela seja consumida juntamente com alguma refeição.

Inclusive, é preferível tomar o suplemento junto de alimentos que são fontes de carboidratos e proteínas. Isso porque, eles estimulam a liberação de insulina no pâncreas. Com isso a substância é melhor absorvida pelo corpo. Por conta disso, é muito comum que a creatina seja ingerida antes ou depois dos treinos.

No caso da creatina antes do pré-treino, ela ajuda diretamente no processo de hipertrofia. Afinal de contas, ela estimula o aumento de energia, fazendo assim que você tenha um maior rendimento durante os exercícios físicos.

Por sua vez, ingerida no pós-treino, a creatina acaba tendo papel fundamental na recuperação do glicogênio muscular. Basicamente, ela irá auxiliar o seu corpo na regeneração muscular necessária para garantir que os músculos cresçam e fiquem mais fortes.

Nesse caso, a substância é mais indicada para quem pratica diferentes tipos de treino uma vez por dia, como, por exemplo, corrida pela manhã e musculação a tarde.

Quais os benefícios de tomar creatina corretamente?

Saber como tomar creatina faz toda a diferença na rotina de quem está em busca da hipertrofia. Isso porque, além de melhorar o rendimento durante os treinos, esse suplemento também consegue fortalecer os ossos, e ainda pode ajudar o seu corpo a se prevenir de várias doenças.

como-tomar-creatina

E abaixo nós separamos alguns dos principais benefícios que esse tipo de suplementação pode oferecer:

Aumento da performance

Um dos principais benefícios dessa substância para o corpo é que ela aumenta a performance durante os treinos, uma vez que age fornecendo energia para as células musculares.

Dessa forma, você consegue ter mais explosão muscular. Ou seja, é possível aguentar mais peso, fazer mais repetições e séries sem ficar fadigado no final.

Estimula a Multiplicação no número de células de células satélite

As células musculares tem como principal característica o fato de possuírem vários núcleos,. Esses elementos são gerados pelas chamadas células satélites.

O que muita gente não sabe é que a cretina consegue agir diretamente no aumento dessas células satélites. Ou seja, quando você toma esse suplemento, também está contribuindo para o aumento da quantidade de células musculares, o que consequentemente gera uma um aumento na massa muscular.

Aumenta a quantidade de água e glicogênio nos músculos

Outro grande diferencial desse suplemento é que ele também ajuda na glicose nas células musculares, além de fazer que eles também absorvam mais água. Isso também garante um desempenho melhor durante os exercícios.

Inclusive, por conta dessa reação que a creatina causa, ela é amplamente indicada não apenas para atletas que buscam hipertrofia, mas, também, para praticantes de esportes de alta intensidade.

Além disso, esse nutriente também é indicado para combater a chamada atrofia muscular e também para melhorar a saúde óssea. Por conta disso, é comum que esse suplemento seja indicado para idosos, visando melhorar a qualidade de vida.

Ajuda a prevenir e combater os efeitos de doenças degenerativas

Outro benefício da creatina, mas esse menos conhecido, é que ela ajuda diretamente na prevenção e combate de doenças degenerativas, tais como: Parkinson, Alzheimer e Huntington.

Isso porque, o nosso cérebro armazena creatina para executar várias funções. E ela é essencial para a realização de processos cognitivo nos idosos. Contudo, conforme envelhecemos essas reservas são diretamente prejudicadas.

Logo, quando o paciente faz a suplementação com esse nutriente, consegue evitar os efeitos colaterais típicos dessas doenças, bem como reduzir os riscos que esses distúrbios surjam. Por isso é comum que médicos recomendem esse suplemento para idosos.

Conclusão

O modo de Como Tomar Creatina, bem como o horário, pode variar conforme o seu tipo de treinamento e as necessidades do seu corpo. Por isso, o ideal é procurar um nutricionista com foco em condicionamento físico e hipertrofia.

Esse especialista poderá avaliar as necessidades do seu corpo, e assim indicar a quantidade mais adequada.

Nunca faça nenhum tipo de suplementação, mesmo com produtos naturais, sem a orientação de um profissional. Isso porque, a dosagem incorreta pode gerar uma série de efeitos colaterais negativos.

No caso da creatina, por exemplo, consumida em excesso pode acabar sobrecarregando os rins gerando assim problemas renais. Além disso, excessivamente ela pode gerar sintomas como ansiedade, náuseas, dores no estômago, febre, fadiga e até mesmo dificuldades de respirar.

Gostou de saber como tomar creatina? Ficou com alguma dúvida? Então aproveite para deixá-la nos comentários.

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha