dieta

O que praticamente todo mundo já sabe é que para se ter qualidade de vida, é preciso manter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e adotar uma dieta equilibrada, garantindo o bom funcionamento do organismo.

Porém, com a rotina corrida e a falta de tempo, acabamos não nos alimentando da forma correta.

Mas precisamos mudar nossos hábitos e, mesmo com a correria do dia a dia, ingerir os nutrientes dos quais o corpo necessita. Por isso, no artigo de hoje, vamos falar sobre como seguir uma dieta saudável em meio a um cotidiano acelerado. Confira!

Como seguir uma dieta sem prejudicar o dia o dia

Quando menos se espera, o café da manhã ficou para trás, a hora do almoço foi uma refeição somente com bobagens e, na volta para casa, com muito apetite, um lanche rápido e gorduroso parece ser uma boa alternativa.

Entretanto, a má alimentação e os maus hábitos acabam passando despercebidos na rotina do dia a dia para muitas pessoas. E essas atitudes podem comprometer a saúde e contribuir para o ganho de peso.

Leia também: Alimentos para comer à noite: quais são os melhores?

Mas mesmo com pouco tempo sobrando, é possível ter qualidade de vida e uma dieta equilibrada. Para tanto, é preciso priorizar algumas tarefas, ter disciplina e organizar melhor o tempo, adotando hábitos alimentares saudáveis.

Veja, a seguir, como você pode fazer isso sem prejudicar suas atividades rotineiras:

No café da manhã

O café da manhã é considerado uma das refeições mais importante do dia, por isso é necessário se planejar para não sair de casa em jejum. Além disso, ele é essencial para proporcionar maior energia e permitir que você realize as atividades durante o dia com mais disposição.

Isso acontece porque a ingestão de alimentos logo pela manhã induz o organismo a estimular o metabolismo — que ficou em repouso durante o tempo em que a pessoa estava dormindo. Por isso, pular o café da manhã pode comprometer o seu rendimento durante a correria usual.

Para seguir uma dieta equilibrada, é preciso consumir alimentos que possam manter a saciedade por mais tempo, como torradas ou pães integrais, queijo branco e sucos de frutas.

Nos lanches intermediários

Para se habituar a uma alimentação saudável, não é recomendado ficar por longos períodos sem comer. O ideal é distribuir as refeições em pequenas porções ao longo do dia. Esse hábito alimentar vai ativar o metabolismo e melhorar a digestão.

Por isso, tanto o lanche da manhã quanto o da tarde devem ser feitos para que a pessoa não fique com tanta fome no meio do dia e não abuse nas próximas refeições. Deve-se, também, priorizar um horário para preparar os lanches intermediários e práticos para o dia seguinte (antes de dormir, por exemplo).

Outra forma de seguir uma dieta é estabelecendo um cardápio variado para os lanchinhos intermediários. Ele deve ser prático e conter alimentos como barras proteicas, biscoitos integrais e oleaginosas (castanhas, avelãs, amêndoas, nozes etc.).

As frutas também são interessantes, mas é melhor combiná-las com algum outro alimento rico em fibras para não elevar a taxa de glicose no sangue. Lembre-se, as frutas em acesso pode ser um vilão na sua dieta!

E para quem deseja uma opção prática e rápida, ideal para perder peso e para quem treina, vale apostar em lanches e suplementos como whey protein e albumina, que são fontes de proteína e auxiliam no bom funcionamento do corpo. Se ingerido uma hora antes do almoço, por exemplo, ele ajuda a reduzir o apetite.

Assim, sempre haverá alimentos simples e rápidos para serem consumidos em qualquer lugar que estiver, como na faculdade, no trabalho ou quando sentir necessidade.

No almoço

Ao realizar as refeições principais, é fundamental não se esquecer de alguns cuidados para não cometer exageros. Se você trabalha fora durante todo o dia e almoça em restaurantes, opte por uma dieta balanceada e leve.

Escolha sempre aqueles estabelecimentos que ofereçam várias opções de saladas e pratos saudáveis. Dessa forma, deve-se optar por todos os grupos de alimentos, como:

  • carboidratos: são fontes de energia encontradas no arroz e macarrão integral, batata doce, cabochá, inhame e mandioca.
  • fibras: ricas em vitaminas e sais minerais;
  • reguladores: legumes, verduras e saladas;
  • proteínas construtoras: carnes e feijão.

Assim, quanto mais coloridos e diversificados forem os alimentos em seu prato, maior será o fornecimento de nutrientes. Também é interessante evitar o uso de óleo e gorduras na preparação dos pratos, para aproveitar melhor o seu valor nutricional.

Entretanto, se não houver bons restaurantes próximos, ou se a empresa oferecer refeitório para os seus funcionários, vale a pena levar a sua própria marmita e consumir alimentos mais saudáveis, preparados por você.

Porém, se os seus dias são corridos até para preparar a marmita, verifique a possibilidade de cozinhar as refeições aos finais de semana e deixá-las congeladas. Ou então, para ser ainda mais prático, prefira os suplementos, que garantem os nutrientes de uma refeição completa sem muito trabalho para preparar.

Além disso, há opções de marmitas fitness, facilmente encontradas, e que permitem alimentar-se bem sem sair da dieta.

Outra maneira de montar a sua refeição sem gastar muito tempo é deixar sempre as verduras e os legumes já lavados e cortados na geladeira. Armazene-os em potes com tampa.

No jantar

O jantar tem a mesma importância das outras refeições. Porém, quem enfrenta uma rotina corrida e costuma estar com muita fome nessa hora precisa ter disciplina e cautela para evitar exageros.

Trata-se da última refeição do dia. Por isso, o consumo de alimentos deve ser moderado, com pratos leves e compostos por saladas, caldos e peito de frango grelhado, por exemplo.

Se houver exageros ao comer à noite, principalmente relacionados a alimentos pesados e gordurosos, você poderá atrapalhar a qualidade do sono e interferir no processo de digestão. Além disso, prejudicará a dieta e acabará ganhando peso, pois as calorias consumidas ficarão armazenadas em forma de gorduras. 

Para quem tem atividades no período da noite

Algumas pessoas chegam em casa e logo precisam sair novamente para outro compromissos. Isso faz com que elas comam qualquer coisa para ganhar tempo. No entanto, é possível fazer uma refeição rápida e saudável mesmo nessas circunstâncias.

Lanches práticos, preparados com pão integral, queijo cottage, branco ou ricota e ingredientes como tomate, alface e cenoura, podem ser uma boa escolha para o fim do dia. Você sai de casa sem fome e com os nutrientes que vão te garantir energia para a próxima jornada.

Para seguir uma dieta saudável e rica, vale seguir essas dicas e, também, dar preferência para os alimentos naturais, beber pelo menos dois litros de água por dia e apostar em receitas de baixo valor calórico.

Além disso, é recomendado consultar um profissional de nutrição para que ele possa acompanhar o seu caso e adequar a dieta ao seu dia a dia.

Até no meio de uma rotina corrida é possível manter uma alimentação equilibrada, com nutrientes necessários para oferecer ao seu organismo equilíbrio e energia durante todo o dia, proporcionando bem-estar e qualidade de vida.

E agora? Você já sabe como seguir uma dieta mesmo com pouco tempo? Deixe um comentário em nosso post e compartilhe sua opinião!

dieta

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha