Qual é o melhor horário para praticar atividades físicas? Apesar de especialistas se dividirem entre manhã, tarde ou noite, o certo é que não existe um consenso sobre o melhor horário para treinar. Ou seja, é preciso identificar em qual horário seu desempenho é melhor ou, em alguns casos, qual é o horário disponível para o treino.

Se você gosta ou precisa treinar de manhã, este artigo é para você! Hoje, vamos explicar as vantagens de se exercitar nesse período do dia e apresentar 7 dicas práticas de como obter bons resultados e motivação para treinar cedo. Está preparado? Então, siga conosco!

Por que treinar de manhã

Apesar de algumas pessoas definitivamente não gostarem ou não conseguirem acordar cedo para treinar — principalmente, devido a diferenças no relógio biológico —, esse horário pode oferecer diversas vantagens para o organismo. Uma delas é que, pela manhã, estamos mais relaxados e consequentemente mais bem-humorados, já que ainda não fomos submetidos ao estresse diário.

Com a prática de exercícios pela manhã, o seu dia vai ser mais produtivo, pois, com a liberação da endorfina, o corpo funciona melhor devido à melhora na circulação sanguínea. Outra vantagem é a melhora na qualidade do sono graças à rotina mais ativa que promove o bem-estar. Além disso, logo cedo, a queima de gordura é mais intensa, porque o metabolismo está mais acelerado.

Ficou motivado? Você pode alcançar todos esses benefícios seguindo as nossas 7 dicas para melhorar o desempenho pela manhã. Confira!

7 dicas para melhorar seus treinos pela manhã

1. Planeje seu dia

Para que funcione bem, é muito importante ter o treino como um compromisso de cada dia. Por isso, reserve sempre o mesmo horário para os exercícios e leve em consideração o horário gasto com deslocamento e alimentação, e o período de descanso.

Falando em alimentação, uma dica importante é ter em mente o que você vai comer no dia seguinte e, se possível, deixar as preparações adiantadas. Isso vai poupar tempo no relógio pela manhã e pode até se converter em alguns minutos a mais na cama.

Outro ponto que faz diferença é deixar a roupa e os acessórios separados, o que evita que haja aquela indecisão na hora de escolher o que vestir, assim como você elimina as chances de não encontrar determinados acessórios, como chaves, protetor solar etc.

2. Crie uma rotina de alimentação

Como sabemos, a alimentação é fundamental para alcançar resultados satisfatórios na academia. E, para quem deseja treinar de manhã, é preciso ter alguns cuidados especiais.

Se você não é adepto do aeróbico em jejum, é preciso escolher bem os alimentos que serão ingeridos antes do treino, já que, pela manhã, o nosso corpo pode não ter energia suficiente para ter um bom desempenho no exercício, principalmente quando falamos de treino para crescimento muscular.

Com isso em mente, tome um café da manhã que forneça a energia adequada de acordo com as suas necessidades. O ideal é que tenha fontes de carboidratos de baixo índice glicêmico, como pães integrais ou batata doce, proteínas e uma dose de gordura boa, que pode ser encontrada no óleo de coco, por exemplo. Se preferir, consulte um nutricionista e faça uso de suplementos.

Além disso, é importante fazer uma alimentação equilibrada o dia todo, principalmente à noite. Opte por alimentos mais leves e procure fazer a última refeição pelo menos três horas antes de dormir. Por fim, não se esqueça de se hidratar da maneira correta antes, durante e depois dos treinos, principalmente no verão, quando perdemos muito água pelo suor.

3. Durma cedo

Se você quer ter energia e disposição para acordar cedo, é muito importante ter pelo menos seis a oito horas de sono por dia. Uma noite bem dormida evita que os níveis de cortisol (hormônio da ansiedade) estejam altos e ainda auxilia na recuperação muscular.

Com isso, procure se desconectar dos dispositivos luminosos (computador, televisão e celular) antes de dormir, tente deitar mais cedo que o usual e, se possível, crie um ambiente relaxante. É imprescindível também reduzir o consumo de bebidas estimulantes, como café, energéticos ou refrigerantes, à noite.

4. Acorde com antecedência

Depois de uma boa noite de sono, a dica é que você acorde com antecedência, pois o organismo demora em média 45 minutos para absorver os nutrientes da alimentação. Então, se você não quer que se seu corpo se divida entre digerir alimentos e se concentrar na musculação, nada de acordar em cima da hora de ir para a academia!

5. Convide amigos

Uma boa forma de criar motivação para o exercício matinal é criar um grupo de treinos. O compromisso com os amigos vai fazer você pensar duas vezes antes de faltar aos treinos. Ou seja, convide aquele amigo que tem objetivos parecidos com os seus e, principalmente, aqueles que gostam de acordar cedo. A companhia recíproca vai fazer vocês criarem uma rotina juntos.

6. Adote metas

Você sabe por que treina? Seja para hipertrofia, emagrecimento ou mesmo para se preparar para uma competição, é muito importante ter em mente qual é o objetivo do seu esforço. Dessa forma, você pode visualizar aonde quer chegar e o que será preciso fazer para alcançar as metas propostas.

Para facilitar, divida em pequenas metas e registre os resultados. Ao atingir aos objetivos pretendidos em cada etapa, será muito mais fácil ter animo para continuar.  

7. Faça da atividade algo prazeroso

A última dica diz respeito à maneira como você encara o treino. Procure visualizar a sensação que seu corpo tem logo após a prática da musculação, os resultados alcançados e os benefícios proporcionados para seu corpo e mente. A musculação tem que ser encarada como algo prazeroso e não uma obrigação. Se você criar uma playlist com suas músicas preferidas, o treino pode ficar mais divertido. Experimente!

Agora que você já sabe que treinar de manhã possui inúmeras vantagens e que, seguindo algumas dicas, seu desempenho pode ser melhor, que tal colocar em prática? Mas antes, lembre-se de nunca iniciar as atividades físicas sem orientação profissional. Somente um professor capacitado pode indicar exercícios de acordo com o perfil de cada um.

E aí, gostou do artigo de hoje e quer ficar por dentro de mais dicas sobre o mundo fitness? Aproveite a visita e siga os nossos perfis no Facebook, YouTubeInstagram e Twitter!

Fernando Sardinha
Escrito por Fernando Sardinha